sicnot

Perfil

Mundo

Liceus em França e escolas no Reino Unido voltam a receber ameaças

Liceus parisienses receberam hoje ameaças anónimas, pela terceira vez no período de uma semana, assim como estabelecimentos escolares em Lyon (centro leste de França) e no Reino Unido, informaram as autoridades.

© Christian Hartmann / Reuters

Os alunos de três dos mais prestigiados liceus da capital francesa foram retirados dos estabelecimentos hoje de manhã, precisou a direção de educação de Paris na sua conta na rede social de mensagens curtas 'Twitter'.

Fonte policial indicou que os estabelecimentos de ensino receberam chamadas telefónicas ameaçadoras cerca das 08:00 TMG (mesma hora em Lisboa). "Vão morrer todos", disse a pessoa ao telefone.

Vários liceus parisienses, incluído os três visados hoje, assim como o liceu francês de Roma foram alvo de ameaças a semana passada, sem que a polícia tenha encontrado alguma coisa nos locais.

Nas mesmas datas, na terça-feira e na quinta-feira, estabelecimentos escolares na região de Birmingham, no centro do Reino Unido, também receberam ameaças.

Hoje, seis escolas da mesma região britânica das West Mildlands e duas outras na cidade escocesa de Glasgow foram evacuadas devido a novas ameaças, segundo as autoridades locais.

Pela primeira vez, ameaças foram dirigidas a escolas francesas fora de Paris, com seis estabelecimentos de Lyon a receberem alertas de bomba com origem numa mesma mensagem pré-gravada, indicou uma porta-voz do município.

A justiça francesa abriu a semana passada um inquérito por ameaças de destruição.

A França e o Reino Unido integram a coligação contra o grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria.

No seu número de final de novembro, a revista francófona de propaganda do EI, Dar-al-Islam, tomou por alvo os professores, acusados de estarem em "guerra aberta contra a família muçulmana", e apelou a que fossem mortos.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Governo garante que programa de ajuda alimentar será executado em 2017
    2:56

    País

    O Governo não executou o programa europeu que, no ano passado, apoiou 400 mil portugueses e é acusado de ter desperdiçado este ano 28 milhões de euros em ajuda alimentar. O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, garante que o programa será executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação.

  • Sol e calor teimam em ficar para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47