sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal chinês absolve homem após duas décadas na cadeia

Um homem condenado na China a pena de morte, suspensa há mais de 20 anos, por homicídio, foi hoje absolvido, no caso mais recente envolvendo um erro judiciário no país, avançou a imprensa estatal.

Arquivo reuters

Chen Ma foi sentenciado pelo homicídio de um homem na província de Hainan, no sul do país, em novembro de 1994.

Perante a "falta de evidências", o tribunal diz agora que Chen não é culpado.

O Tribunal Supremo da China ordenou que o caso fosse reaberto em abril de 2015, depois de Chen ter recorrido.

Chen foi condenado após dois julgamentos, unicamente com base em "confissões" consideradas agora "inconsistentes", lê-se no comunicado do tribunal, que cita o juiz, Zhang Qin.

Um dos casos mais mediáticos de erros judiciários na China envolveu a execução injusta de Huugjilt, que com 18 anos foi considerado culpado de violar e assassinar uma mulher numa casa de banho pública.

O verdadeiro culpado, Zhao Zhihong, foi preso em 2005 e executado no ano passado.

Vinte e sete funcionários chineses foram "penalizados" pela condenação injusta de Huugjilt, disse este fim de semana a agência oficial Xinhua, mas apenas um poderá enfrentar acusações criminais, enquanto os restantes receberam penalizações administrativas.

Noventa e nove por cento dos réus na China são condenados.

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.