sicnot

Perfil

Mundo

Hillary vence Bernie à tangente, Ted Cruz bate Trump

ELEIÇÕES PRIMÁRIAS NOS EUA

Do lado Democrata, depois de uma luta renhida, que chegou a ser considerada um empate, os últimos valores dão a vitória a Hillary Clinton face a Bernie Sanders por apenas 3 décimas de diferença com 49.9%. Do lado dos Republicanos, Ted Cruz venceu com cerca de 28% dos votos e ultrapassou assim Donald Trump que teve 24% e Marco Rubio com 23%.

Do lado Democrata, depois de uma luta renhida, que chegou a ser considerada um empate, os últimos valores dão a vitória a Hillary Clinton face a Bernie Sanders por apenas 3 décimas de diferença com 49.9%. Do lado dos Republicanos, Ted Cruz venceu com cerca de 28% dos votos e ultrapassou assim Donald Trump que teve 24% e Marco Rubio com 23%.

Do lado Democrata, depois de uma luta renhida, que chegou a ser considerada um empate, os últimos valores dão a vitória a Hillary Clinton face a Bernie Sanders por apenas 3 décimas de diferença com 49.9%. Do lado dos Republicanos, Ted Cruz venceu com cerca de 28% dos votos e ultrapassou assim Donald Trump que teve 24% e Marco Rubio com 23%.

© Adrees Latif / Reuters

O segundo e o terceiro classificados republicanos já felicitaram o vencedor.

Depois de ser conhecido o resultado das primeiras eleições primárias para as presidenciais nos Estados Unidos, o candidato democrata Martin O'Malley, que foi desde o início apontado como o terceiro nome do partido abandonou a corrida à Casa Branca por reunir menos de 1% de apoios.

O mesmo aconteceu com o republicano Mike Huckabee, último classificado na corrida do partido que obteve menos de 2 por cento dos votos.

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.