sicnot

Perfil

Mundo

Jacques Chirac, o ícone pop para adolescentes

A imagem do ex-presidente conservador francês Jacques Chirac (1995-2007), que se opôs à invasão do Iraque em 2003, transformou-se num ícone de moda 'mainstream' e é uma das preferidas da juventude francesa.

Chirac, de 83 anos, junta-se a uma lista de famosos, cujas imagens são vendidas em 't-shirts' e em outros produtos de consumo, como Albert Einstein, Nikola Tesla, Yuri Gagarin, Elvis Presley, Bob Marley, Che Guevara ou a rainha Isabel II de Inglaterra.

"Não há identificação política neste fascínio atual", afirmou o sociólogo Michel Fieze à cadeia BFMTV.

"Tem um lado Instagram (rede social de partilha de fotografias e pequenos vídeos): vemos Chirac a fumar, a beber, a dançar, a dormir... com uma elegância e grandeza física que não se voltou a ver desde então", explicou ao jornal Le Parisien Mathieu Dozol, autor de um blogue no qual coleciona imagens 'vintage' do ex-presidente.

A ideia partiu de Pierre Blanc que decidiu aliar, em 't-shirts', a frase "Ici c'est la Corrèze" (Aqui é a Corrèze) à imagem de Chirac, natural da província do sudoeste de França.

"Porquê Chirac? Tem um capital de simpatia enorme que supera as discrepâncias políticas. Está despolitizado", afirmou.

A moda - de marcado tom patriótico - criou uma tendência, e outros 'designers' começaram a transformar a imagem de Chirac num clássico contemporâneo.

A marca F.A.U.X. (falso) recuperou imagens do ex-presidente em várias atividades da vida pública: num comício, a fumar, em fotos para uma revista, no metropolitano, com um ramo de flores, entre outras.

"Temos muitas imagens de Chirac em diferentes situações", disse à BFMTV Antoine Delomez, responsável pela linha de 't-shirts' dirigidas a um público de entre 15 e 30 anos, a custar entre 20 e 40 euros.

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC