sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 17.700 pessoas foram assassinadas em 2015 na Venezuela

Mais de 17.700 pessoas foram assassinadas em 2015 na Venezuela, anunciou hoje a Procuradora-Geral da República, apelando ao parlamento para reforçar o desarmamento da população e elaborar um novo Código Penal para prevenir os delitos.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

Luísa Ortega Díaz afirmou que "17.768 pessoas perderam a vida em 2015 por homicídio", durante uma sessão parlamentar em que apresentou um balanço anual da atividade do Ministério Público venezuelano correspondente ao ano passado.

Segundo a procuradora, a taxa de assassinatos no país é de 58,1 homicídios por cada 100 mil pessoas, sendo estes em 82% dos casos cometidos com armas de fogo, um indicador "absolutamente preocupante, porque confirma que existe na Venezuela um grave problema de violência delituosa".

Por outro lado, pediu ao parlamento para inspecionar os organismos de segurança do país, vincando que é "alarmante" o número de funcionários policiais que participam em delitos graves, como o sequestro, o roubo, extorsão, furto de viaturas e narcotráfico".

"Apesar disto, podemos garantir ao país que todos os delitos são tratados por igual pelo Ministério Púbblico, têm a mesma importância e isso permite que haja justiça", declarou.

Segundo Luísa Ortega Díaz, 1.312 polícias foram processados em 2015 por alegadas violações dos Direitos Humanos, dos quais 132 estão presos.

Também que foram registados 29 casos de funcionários envolvidos em torturas e outros 503 em maus tratos a cidadãos.

A procuradora afirmou que o parlamento, de maioria opositora ao Presidente Nicolás Maduro, "é o principal fórum político do país e órgão de expressão da democracia" e insistiu que aquele órgão de soberania deve promover um diálogo para a paz e para o desarmamento da população.

"As armas de fogo aumentam fortemente a ocorrência de homicídios. São instrumentos de alta capacidade letal. O desarmamento da população continua a ser um objetivo que devemos conseguir", vincou a magistrada.

A insegurança é uma das principais queixas dos cidadãos da Venezuela, afetando por igual tanto a nacionais como a estrangeiros radicados no país, entre eles a comunidade portuguesa, que tem cerca de um milhão de pessoas.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

    Em atualização

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.