sicnot

Perfil

Mundo

Propaganda chinesa recorre ao rap para promover as políticas do Presidente

A propaganda chinesa voltou a recorrer à música moderna, neste caso o 'rap', como forma de promover o lema "as quatro bases integradoras", que se refere aos objetivos de desenvolvimento proposto pelo Presidente chinês, Xi Jinping.

Propaganda chinesa recorre ao 'rap' para promover as políticas do Presidente

Propaganda chinesa recorre ao 'rap' para promover as políticas do Presidente

O videoclipe de três minutos foi hoje difundido pela agência oficial chinesa Xinhua, em formato de desenho animado, com um casal que explica numa versão 'hip-hop' as bases do pensamento do líder chinês: construir uma sociedade moderadamente confortável; aprofundar as reformas; impulsionar o primado da lei; e garantir a rigorosa governação do Partido Comunista Chinês (PCC).

A canção, interpretada em chinês, pode ser encontrada na seguinte página: /xhpfm.mobile.zhongguowangshi.com:8091/v200/newshare/587235.

"Repete comigo, as quatro bases integradoras, as quatro bases integradoras, a prosperidade é o objetivo/ repete comigo, as quatro bases integradoras, as quatro bases integradoras, a reforma é o caminho", ouve-se no 'rap' comunista.

E continua: "Repete comigo, as quatro bases integradoras, as quatro bases integradoras, a lei é a garantia/ Repete comigo, as quatro bases integradoras, as quatro bases integradoras, o Partido é a chave".

Trata-se da mais recente tentativa do regime chinês de aproximar a sua propaganda a um estilo que possa chegar à juventude do país, como já fez em ocasiões anteriores.

Em outubro, Pequim lançou um videoclipe em inglês, com uma insólita estética 'pop', dedicado ao 13.º Plano Quinquenal - que norteará a política económica do país entre 2016 e 2020.

Em dezembro, a televisão estatal chinesa CCTV repetiu a fórmula, com um 'rap' que elogiava as políticas de Xi, desde a campanha anticorrupção às reformas económicas.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.

  • Incêndio na Amadora deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação na Buraca, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa