sicnot

Perfil

Mundo

EUA afirmam que ataques russos põem em perigo processo de paz na Síria

Os Estados Unidos afirmaram hoje que os ataques russos na Síria põem em perigo o "processo de paz" e foram "parcialmente responsáveis" pela suspensão das negociações em Genebra, sob a égide da ONU.

Vadim Savitsky

Em comunicado, o Departamento de Estado norte-americano denunciou o "virulento bombardeamento" do exército russo na cidade de Alepp, que atingiu "quase exclusivamente" os grupos da oposição síria e civis, em vez do grupo extremista Estado Islâmico, inimigo comum a toda a comunidade internacional.

"É extremamente difícil imaginar como os ataques contra civis podem contribuir de alguma forma para o processo de paz que estamos a tentar trabalhar", criticou o porta-voz da diplomacia norte-americana, John Kirby.

Segundo John Kirby, a resolução 2254 do Conselho de Segurança da ONU, todos, incluindo os russos e regime sírio, votaram para acabar com os atentados e ataques contra civis".

"Os ataques devem imediatamente e agora", criticou o porta-voz da diplomacia norte-americana, fazendo a ligação entre a suspensão das negociações de paz em Genebra e os bombardeamentos russos.

"O represente especial da ONU Staffan Mistura suspendeu as negociações em Genebra em parte por causa da dificuldade em encontrar uma solução política, enquanto a ajuda humanitária é constantemente impedida e vidas inocentes perdidas", acrescentou.

As negociações de paz sobre a Síria foram hoje suspensas em Genebra até 25 de fevereiro pela ONU, que recusou falar em "fracasso" e devolveu a bola para as grandes potências.

As potenciais mundiais e regionais devem reunir-se a 11 de fevereiro em Munique para analisar os avanços dos esforços políticos para acabar com a guerra na Síria, que provocou, em cinco anos, 260 mil mortos.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.