sicnot

Perfil

Mundo

Quem é o Loser.com?

Nas primárias de ontem no Iowa, declarou-se muito "honrado" com o segundo lugar. Hoje, é a face de Loser.com. Donald Trump queixa-se de uma cobertura jornalística "injusta".

reuters

Brian Connelly é o proprietrário do domínio Loser.com, que redireciona para sites de personalidades de quem não gosta. Começou nos anos 90, quando comprou o domínio e manipulava contas de email.

Agora, utiliza-o para apontar a alvos como Reddit, Kanye West, Charlie Sheen, e agora Donald Trump.

"A razão pela qual fiz isto é porque não podemos ter um xenófobo como Presidente. Eu e a minha mulher estávamos assarampatados com os ataques de Trump aos muçulmanos. O medo não é uma boa plataforma", explica.

Connelly, consultor técnico da Carolina do Sul, diz que já direcionou o site para Trump em meados de dezembro, mas só agora o feito ganhou notoriedade, após as primárias no Iowa.

Ainda ninguém apareceu, entretanto, para tentar comprar o domínio, diz, apesar de já ter acontecido no passado.

"Já tive ofertas na ordem dos 100 mil dólares", conta.

Trump não reagiu diretamente à ligação a Loser.com. Declarou, ontem, na sua conta do Twitter, que os media não têm feito uma cobertura "justa".

O termo "loser" (falhado, derrotado) é um dos chavões de Trump. O candidato republicano à corrida presidencial usa-o frequentemente contra quem não gosta ou desrespeita.

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.