sicnot

Perfil

Mundo

Solteiros de Hong Kong contratam acompanhantes para calar família no Ano Novo Chinês

As tradicionais reuniões familiares por ocasião do Ano Novo Chinês estão a fazer com que muitos solteiros em Hong Kong procurem acompanhantes para evitar as habituais perguntas sobre o seu estado civil e contornar a pressão para o casamento.

reuters

Solteiros de ambos os sexos na antiga colónia britânica estão a contratar namorados falsos para os acompanharem durante as celebrações, escreve o jornal South China Morning Post.

Anúncios na Jobdoh, uma aplicação de 'smartphone' que habitualmente põe em contacto trabalhadores e empregadores, estão a oferecer 250 dólares de Hong Kong (aproximadamente 30 euros) por cada hora de presença.

"A resposta é melhor do que eu esperava", disse a cofundadora da 'app', Xania Wong.

Embora a perspetiva de ser pago e poder comer de graça todas as iguarias tradicionais chinesas desta quadra festiva possa parecer um sonho, a tarefa não é descrita como fácil.

"Vais receber e memorizar toda a informação sobre quem sou, como nos conhecemos e os nossos planos para o futuro, para que a minha família não me chateie", disse uma das anunciantes à procura de um namorado falso.

"Vais agir como um verdadeiro cavalheiro, atencioso, sem palavrões e não podes fumar", acrescenta.

Outro conselho para os homens é manterem as mãos nos bolsos: "Nada de beijos ou mais do que dar as mãos ou dar um abraço para tornar a coisa real".

O anúncio diz ainda que, idealmente, o candidato deve saber "jogar 'mahjong' e conseguir beber muito".

Além disso, o número de horas de trabalho pode ser difícil de prever, por ser imprevisível o tempo que levam as reuniões familiares.

Alguns solteiros estão também a procurar acompanhantes pagos para visitar os seus familiares no interior da China.

Os interessados têm de enviar um vídeo de 30 segundos para o Jobdoh, com argumentos que atestem que são a pessoa mais indicada para o trabalho.

Os funcionários da aplicação de telemóvel vão depois analisar o vídeo e rever a classificação dada por empregadores, no caso de os candidatos a acompanhantes já terem usado o serviço de recrutamento anteriormente.

"Se conseguires apresentar-te detalhadamente e sorrir muito tens mais hipóteses de ser bem-sucedido", afirmou Wong.

Nos últimos anos tem-se tornado uma prática popular para os cidadãos do interior da China procurarem parceiros falsos na Internet para os acompanhar nas festividades do Ano Novo Chinês.

A académica Lau Yuk-king, da Universidade Chinesa de Hong Kong, disse ao South China Morning Post que é difícil para as mulheres da antiga colónia britânica procurarem um companheiro, uma vez que continuam a querer homens com um nível de educação e salários superiores aos delas.

"O problema é que hoje é normal as mulheres estarem a sair-se melhor do que os homens", afirmou.

  • Ano novo no calendário lunar chinês começou hoje
    1:37

    Mundo

    Começou hoje mais um ano novo no calendário lunar chinês. Na televisão chinesa, na noite de passagem de ano, vai para o ar o espetáculo de variedades mais visto do mundo. A comunidade asiática celebrou à meia-noite a entrada no Ano da Cabra no calendário lunar.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.