sicnot

Perfil

Mundo

Alegada participação de Lula em tráfico de influências sob investigação federal

O ex-Presidente brasileiro Lula da Silva está a ser investigado pela Polícia Federal pela alegada participação num esquema de tráfico de influências, anunciou hoje fonte policial em Brasília.

© Ricardo Moraes / Reuters

Em causa está a alegada participação de Luiz Inácio Lula da Silva num esquema de compra de medidas provisórias em benefício de empresas do sector automóvel.

Um documento enviado hoje pelo delegado federal Marlon Cajado para o juiz Vallisney Souza Oliveira, que conduz a Operação Zelotes, pede a abertura de um novo inquérito para apurar a participação de Lula e de outros servidores públicos.

O ex-Presidente já havia sido convocado para depor como testemunha de defesa do empresário Alexandre Paes dos Santos, um dos 16 acusados de participar do mesmo esquema, tendo sido ouvido no passado dia 06 de janeiro.

A Operação Zelotes, desencadeada em março de 2015, investiga o pagamento de subornos a membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) para favorecer empresas do sector automóvel.

No ano passado, a Polícia Federal estimou que o esquema pode ter causado um prejuízo de pelo menos 6 mil milhões de reais (mais de 1,3 mil milhões de euros) em dívidas canceladas junto do fisco.

O mesmo inquérito também investiga se as empresas fabricantes de veículos e peças pagaram subornos a intermediários e membros do Governo fazerem lóbi em prol de medidas de incentivo ao setor, que foram editadas nos executivos de Lula e da atual Presidente Dilma Rousseff.

Entre 2009 e 2013, fabricantes de veículos e peças foram beneficiadas com isenção fiscal e mudanças de algumas regras de arrecadação de imposto.

Além desta investigação, Lula também tem sido citado por delatores ouvidos dentro das investigações de corrupção da Petrobras, e num outro inquérito em São Paulo que apura se o ex-Presidente escondeu bens da Justiça.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.