sicnot

Perfil

Mundo

Juiz brasileiro proíbe publicação de "Mein Kampf" de Hitler

Um juiz brasileiro proibiu, esta quarta-feira, a publicação do livro do nazi Adolf Hitler "Mein Kampf" no estado do Rio de Janeiro, considerando-a ilegal por "incitar a práticas intolerantes" de grupos sociais e religiosos contra os judeus.

Livro Mein Kampf de Hitler escrito por Adolf Hitler

Livro Mein Kampf de Hitler escrito por Adolf Hitler

© Fabrizio Bensch / Reuters

Segundo a imprensa brasileira, o juiz Alberto Salomão Júnior determinou a proibição no Rio de Janeiro da comercialização, exposição e divulgação do livro "Mein Kampf -- A Minha Luta", escrito em 1925 por Hitler, acatando o pedido do Ministério Público.

As editoras que violarem o veredito arriscam uma multa de 5.000 reais (1.159 euros) por cada dia que o livro estiver à venda.

O juiz definiu, contudo, um período de cinco dias para que as livrarias e os seus representantes legais considerem se devem interpor recurso antes de a sentença ganhar caráter definitivo.

Mesmo que se torne permanente, a decisão aplica-se apenas ao estado brasileiro do Rio de Janeiro.

Na perspetiva do juiz, o livro incita práticas de intolerância contra grupos sociais, étnicos e religiosos.

Alberto Salomão Júnior recorda que a discriminação contraria valores humanos e jurídicos estabelecidos pela República, segundo refere a imprensa brasileira.

"Mein Kampf", que contém elementos autobiográficos e expõe a ideologia política do nazismo, nomeadamente o anti-semitismo, começou com tiragens reduzidas mas sob o regime nazi (1933-1945) teve ampla difusão, chegando a ser distribuído gratuitamente aos recém-casados.

Desde 01 de janeiro, a obra panfletária de Adolf Hitler, uma das mais controversas da história do Ocidente, passou a fazer parte do domínio público, o que significa que pode ser livremente reeditada em todo o mundo, o que gerou, aliás, certa preocupação na Europa, 70 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Lusa

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16