sicnot

Perfil

Mundo

Passageiro desaparecido do voo que sofreu explosão na Somália

A companhia aérea Daallo divulgou hoje que uma pessoa que consta da lista de passageiros que estavam a bordo do avião que sofreu uma explosão na terça-feira e aterrou de emergência, em Mogadíscio, está desaparecida.

© Feisal Omar / Reuters

"Todos os passageiros, exceto um, desembarcaram sãos e salvos", após o retorno do aparelho ao aeroporto da capital da Somália, anunciou a Daallo num comunicado, precisando que "uma investigação está em curso para determinar a causa desse desaparecimento".

O avião, da empresa somali Daallo Airlines e que se dirigia a Djibouti com 74 passageiros, aterrou de emergência alguns minutos após a descolagem do aeroporto de Mogadíscio com um buraco na fuselagem.

O piloto e especialistas em aviação acreditam que um engenho explosivo foi a causa provável do incidente.

A explosão provocou um buraco de um metro de diâmetro na fuselagem do avião A321, que opera principalmente no Corno de África e em alguns países do Golfo Pérsico.

Não se sabe se o passageiro desaparecido ia a bordo do avião e foi sugado para fora da aeronave devido à explosão ou se houve um erro na lista de passageiros.

"Dois passageiros ficaram com ferimentos leves e foram transportados ao hospital para receberem tratamento médico", precisou a companhia.

O Governo da Somália, sem esperar pelos resultados da investigação, indicou que um problema de pressurização deve estar na origem da explosão.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50