sicnot

Perfil

Mundo

Polícia alemã deteve 2 suspeitos de ligados ao Daesh

A polícia alemã anunciou hoje a detenção, durante rusgas em Berlim e noutras duas regiões, de dois argelinos "suspeitos de ter estado em contacto" com o grupo extremista Estado Islâmico (EI), enquanto procura por outros dois.

Polícia alemã Arquivo/Reuters

Polícia alemã Arquivo/Reuters

© Tobias Schwarz / Reuters

Os quatro homens são suspeitos de ter preparado "um ato grave ameaçando a segurança do Estado".

Uma mulher também foi presa na Renânia do Norte-Vestefália por outros motivos, indicou a polícia de Berlim à agência AFP.

Um dos dois homens detidos na região de Renânia do Norte-Vestefália era alvo de um mandado de detenção das autoridades argelinas pela sua presumível ligação à organização extremista, segundo um porta-voz da polícia.

O segundo homem foi detido em Berlim por falsificação de documentos.

A polícia não indicou as razões pelas quais a mulher foi presa.

Em Berlim, as rusgas decorreram em quatro apartamentos e em dois locais de trabalho.

No total, 450 polícias, incluindo alguns de unidades especiais, foram mobilizados na capital, em Renânia do Norte-Vestefália e na Baixa Saxónia, segundo o porta-voz da polícia.

Desde os atentados de 13 de novembro em Paris, as autoridades alemãs deram conta de que a Alemanha foi igualmente ameaçada de eventuais ataques de grupos extremistas.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.