sicnot

Perfil

Mundo

Seul confirma que Coreia do Norte vai lançar míssil de longo alcance

O Ministério da Defesa da Coreia do Sul confirmou hoje que a Coreia do Norte vai lançar um míssil a partir da costa noroeste do país e garantiu estar a preparar-se para o intercetar.

Os EUA testam a primeira bomba de hidrogénio, a "Ivy Mike", nas Ilhas Marshall, no oceano Pacífico, a 1 de novembro de 1952.

Os EUA testam a primeira bomba de hidrogénio, a "Ivy Mike", nas Ilhas Marshall, no oceano Pacífico, a 1 de novembro de 1952.

AP

"A Coreia do Norte prepara o lançamento do míssil de longo alcance a partir da base de Sohae, na costa oeste", assegurou um porta-voz da Defesa sul-coreana.

Seul também confirmou que as Forças Armadas sul-coreanas estão preparadas para detetar e intercetar o foguete ou fragmentos do mesmo no caso de alcançarem o espaço aéreo, território ou águas da Coreia do Sul.

Espera-se que Pyongyang lance o míssil na direção sul, a partir de Sohae, perto da fronteira com a China, pelo que, em caso de erro, alguns fragmentos podem despenhar-se na Coreia do Sul.

Por outro lado, a televisão japonesa NHK noticiou hoje o deslocamento de uma rampa de lançamento para outra base norte-coreana -- a de Tonghae, no nordeste do país. Existe assim a possibilidade de a Coreia do Norte estar a preparar outros lançamentos, provavelmente de mísseis de menor alcance.

Relativamente a esta hipótese, o Ministério da Defesa da Coreia do Sul disse que tal informação "não foi ainda confirmada".

A Coreia do Norte revelou na terça-feira a sua intenção de lançar, entre 08 e 25 de fevereiro, um satélite.

O anúncio seguiu-se a rumores sobre a preparação pela Coreia do Norte de um teste de míssil balístico, um novo passo para atingir o seu objetivo de obter mísseis nucleares, em violação de resoluções das Nações Unidas.

Embora Pyongyang insista em que o seu programa espacial tem apenas natureza científica, a comunidade internacional crê que tais lançamentos encobrem testes de mísseis balísticos.

O anúncio por parte de Pyongyang suscitou reações em todo o mundo e particularmente críticas por parte da Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos.

A China também manifestou a sua preocupação relativamente aos planos da Coreia do Norte.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.