sicnot

Perfil

Mundo

Um israelita condenado a perpétua, outro a 21 anos de prisão por assassinato de palestiniano

Um tribunal de Jerusalém condenou hoje dois jovens israelitas, um a prisão perpétua e outro a 21 anos de prisão, pelo assassinato de um adolescente palestiniano, queimado vivo em 2014.

© Ronen Zvulun / Reuters

Os nomes dos dois israelitas, condenados pelo rapto e assassinato de Mohammed Abu Khdeir a 02 de julho de 2014 em Jerusalém oriental, não foram divulgados porque eram menores na altura dos factos. Têm atualmente 16 anos e foram também condenados ao pagamento de uma indemnização de 30.000 shekels (6.800 euros), segundo o jornal digital israelita Ynet.

Os jovens confessaram terem participado no crime, que disseram tratar-se de uma vingança pelo sequestro e assassinato de três jovens israelitas na Cisjordânia, cujos corpos tinham sido localizados na véspera.

O homicídio de Mohammed Abu Khdeir contribuiu para a escalada de violência que conduziu à guerra de Gaza em julho-agosto de 2014 e marcou profundamente a opinião pública palestiniana.

O procurador tinha pedido a prisão perpétua para os dois jovens acusados e o pai da vítima, Hussein Abu Khdeir, declarou que irá recorrer junto do Supremo Tribunal da sentença mais leve.

Hussein Abu Khdeir também exigiu que sejam demolidas as casas de família dos condenados, como Israel costuma fazer em relação às habitações dos atacantes palestinianos.

O tribunal tem ainda de se pronunciar sobre a saúde mental de um terceiro acusado naquele caso, o alegado instigador do crime: Yosef Haim Ben David, de 31 anos. Está prevista uma audiência para 11 de fevereiro.

Lusa

  • Palestiniano encontrado morto em alegado "ataque de vingança"
    1:39

    Mundo

    Foi encontrado o corpo de um jovem palestiniano numa floresta perto de Jerusalém. O rapaz terá sido violentamente agredido até à morte, no que pode ser um ato de vingança pelo homicídio de três jovens israelitas. Esta manhã em Jerusalém e na Cisjordânia a polícia israelita e manifestantes palestinianos envolveram-se em confrontos.

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.