sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento da Sérvia demite ministro devido a declarações sexistas

O parlamento da Sérvia pronunciou-se hoje pela demissão do ministro da Defesa, Bratislav Gasic, devido a frases insultuosas que terá dirigido a uma jornalista.

Darko Vojinovic

Os 195 deputados presentes, num hemiciclo com 250 lugares, aprovaram por unanimidade a demissão de Gasic dois meses após o incidente, que levou o primeiro-ministro Aleksandar Vucic a prometer na ocasião o afastamento do responsável pela pasta da Defesa.

Gasic motivou uma reprovação pública no início de dezembro ao efetuar um comentário sobre uma repórter de televisão que se ajoelhou à sua frente para evitar ficar registada numa fotografia no decurso de uma conferência de imprensa do ministro.

"Gosto destas mulheres jornalistas que se ajoelham tão facilmente", disse Gasic.

Desde então, os jornalistas têm promovido protestos sistemáticos, e exigido a demissão do ministro.

O primeiro-ministro Vucic disse que vai propor um novo ministro ao parlamento dentro de duas semanas.

Bratislav Gasic, 48 anos, é um dos colaboradores mais próximos de Vucic e vice-presidente do seu partido SNS. Foi presidente da câmara de Krusevac, no centro do país, antes de ser designado ministro em abril de 2014.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.