sicnot

Perfil

Mundo

Bomba que explodiu em avião da Somália estava escondida num computador portátil

A bomba que explodiu num avião comercial da companhia Daallo Airlines, da Somália, estava escondida num computador portátil que foi passado ao passageiro suspeito do atentado, revelaram este domingo os serviços secretos do país africano.

No sábado, o governo somali tinha revelado que a explosão a bordo do avião, que foi forçado a fazer uma aterragem de emergência na terça-feira em Mogadíscio, foi causada por uma bomba.

No sábado, o governo somali tinha revelado que a explosão a bordo do avião, que foi forçado a fazer uma aterragem de emergência na terça-feira em Mogadíscio, foi causada por uma bomba.

© Feisal Omar / Reuters

A Agência Nacional de Informações e Segurança (NISA) da Somália divulgou hoje uma imagem da vídeovigilância do aeroporto em que aparecem dois homens, um deles vestindo um casaco de segurança, a entregar um computador portátil a um passageiro, onde as autoridades acreditam que se encontrava o engenho explosivo.

"Estão em curso investigações e cerca de 15 pessoas foram detidas até ao momento por estarem ligadas ao incidente", revelou à agência de notícias France Presse uma fonte policial, especificando que a bomba estava escondida no interior de um computador portátil que foi levado para bordo do avião por um passageiro.

No sábado, o governo somali tinha revelado que a explosão a bordo do avião, que foi forçado a fazer uma aterragem de emergência na terça-feira em Mogadíscio, foi causada por uma bomba.

A explosão, ocorrida cerca de 15 minutos depois de o avião ter levantado voo do aeroporto de Mogadíscio, deixou um buraco de cerca de um metro de diâmetro na fuselagem do A321 da transportadora Daallo, que opera a partir de Djibuti, sobretudo para a região do Corno de África e alguns países do Golfo Pérsico.

Inicialmente e sem esperar os resultados das investigações, o governo somali garantiu que uma avaria no sistema de pressurização da cabine tinha originado a explosão.

Mas o piloto, Vladimir Vodopivec, um sérvio de 64 anos, considerou que o buraco tinha sido causado por "uma bomba", de acordo com declarações citadas pelo diário sérvio Blic.

A explosão, precisou Vodopivec, não danificou o sistema de navegação, o que permitiu fazer aterrar o aparelho.

O aeroporto de Mogadíscio tem atualmente uma segurança reforçada, desde que se instalou, nas imediações, a principal base da força da União Africana na Somália (Amisom), com 22 mil soldados, essencial para ajudar o frágil Governo somali na luta contra as milícias islamitas radicais 'shebab', afiliadas da rede terrorista Al-Qaida.

Derrotadas e afastadas, desde meados de 2011, de Mogadíscio e, posteriormente, dos seus principais redutos, as 'shebab' efetuam operações de guerrilha e atentados suicidas contra alvos governamentais ou da Amisom.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17