sicnot

Perfil

Mundo

Lançamento de rocket pela Coreia Norte foi grave e flagrante violação, diz UE

A União Europeia (UE) condenou hoje o lançamento de um 'rocket' de longo alcance pela Coreia do Norte como "mais uma grave e flagrante violação" das obrigações do regime e instou-o a dialogar com a comunidade internacional.

Chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini

Chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini

© Francois Lenoir / Reuters

"Estas ações representam uma ameaça direta à paz internacional e à segurança na região e agravam ainda mais as tensões na península coreana para detrimento de todos", afirmou a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, num comunicado.

A Coreia do Norte "deve cumprir as suas obrigações internacionais e abandonar de forma completa, verificável e irreversível os seus programas de desenvolvimento de mísseis balísticos, instalações nucleares e armas de destruição maciça", acrescentou.

Mogherini reiterou o pedido ao regime de Pyongyang para que "volte a comprometer-se com um diálogo credível e frutífero com a comunidade internacional, em particular no âmbito das conversações a seis" -- Estados Unidos, China, Rússia, Japão e as duas Coreias.

A Coreia do Norte anunciou hoje que lançou um 'rocket' de longo alcance, às 09:00 locais (00:30 em Lisboa), que a comunidade internacional considera ser um teste de mísseis balísticos encoberto.

Peritos da Coreia do Sul estimam que o 'rocket' possa ter um alcance de mais de 10 mil quilómetros, uma distância superior à que separa a península coreana do território continental dos Estados Unidos da América.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai reunir-se de urgência hoje em Nova Iorque por causa do lançamento deste 'rocket', noticiou a agência France Presse, citando fontes diplomáticas.

A reunião foi pedida pelos Estados Unidos e pelo Japão, membros do Conselho de Segurança, e pela Coreia do Sul.

  • Mundo já reagiu ao lançamento do rocket da Coreia do Norte

    Mundo

    A comunidade internacional condena o lançamento do rocket e admite que se trata de mais um teste com armamento. Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão e Reino Unido já vieram dizer que se trata de um ato inaceitável que viola as resoluções das Nações Unidas. O Conselho de Segurança da ONU marcou uma reunião de urgência, ainda para o dia de hoje, para discutir esta questão. O lançamento deste foguetão acontece um mês depois de a Coreia do Norte ter feito um teste nuclear, a 6 de janeiro deste ano.

  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, fez 100 dias este sábado. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52