sicnot

Perfil

Mundo

Bananas ajudam a desenvolver teste diagnóstico de cancro na pele

Os pontos pretos nas bananas velhas ajudaram a fazer um diagnóstico mais fácil e rápido de cancro na pele, aumentando as hipóteses de sobrevivência, afirmaram hoje cientistas.

© Daniel Leclair / Reuters

Quando as bananas amadurecem, a sua pele fica coberta de pequenas manchas pretas redondas, causadas por um enzima conhecido como tirosinase, e que também está presente na pele humana e em maior quantidade nas pessoas que sofrem de melanoma, uma forma letal de cancro na pele.

Uma equipa de cientistas usou esta semelhança para construir um scanner de cancro e, segundo os pesquisadores do Laboratório de Física e Analítica Eletroquímica da Suíça, a enzima é um marcador confiável para analisar o crescimento do melanoma.

O scanner tem oito microeléctrodos flexíveis, espaçados como dentes de um pente, que passam sobre a pele e medem a quantidade e distribuição de tirosinase.

"O sistema pode evitar a necessidade de testes invasivos como biópsias", disse o chefe da equipa de investigadores, Hubert Girault.

Hubert Girault acredita que no futuro o teste pode ser usado para destruir tumores, acabando com as biópsias e com as quimioterapias.

"Os nossos testes de laboratório iniciais revelaram que o dispositivo poderá ser usado para destruir células", concluiu.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.