sicnot

Perfil

Mundo

Canadá anuncia fim dos ataques aéreos no Iraque e Síria a 22 de fevereiro

O Canadá vai terminar os ataques aéreos dirigidos contra o grupo "jihadista" Daesh na Síria e no Iraque a 22 de fevereiro e fazer regressar ao país os seis aviões de combate envolvidos nas operações, anunciou hoje o Governo.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Omar Sanadiki / Reuters

Em contrapartida, Otava pretende triplicar, para 210 homens, o número de forças especiais que treinam as milícias curdas no norte do Iraque, enquanto diversos aviões de reconhecimento e abastecimento continuarão envolvidos na coligação dirigida pelos Estados Unidos, informou o ministro da Defesa Hargit Sajjan durante uma conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro Justin Trudeau e outros responsáveis oficiais.

Em paralelo, o Governo canadiano pretende disponibilizar mil milhões de dólares canadianos (643 milhões de euros) em ajuda humanitária e para o desenvolvimento na região do Médio Oriente.

No decurso da campanha para as legislativas de outubro de 2015, Trudeau defendeu o fim dos ataques aéreos.

"O inimigo letal da barbárie não é o ódio, mas antes a razão. E as populações aterrorizadas diariamente pelo ISIL [acrónimo do EI] não necessitam da nossa vingança, necessitam da nossa ajuda", considerou Turdeau no decurso da sua intervenção.

No entanto, uma sondagem recente indicou que cerca de dois terços dos canadianos apoiavam a missão de bombardeamentos, ou pretendiam que fosse alargada.

Com Lusa

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.