sicnot

Perfil

Mundo

Cientista defende drogas psicoativas para melhorar saúde

Um investigador académico está a tentar convencer a comunidade científica e o Governo britânico de que as drogas psicoativas são boas para a saúde.

reuters

Ao fim de quase duas décadas a estudar a atividade humana, o diretor de investigação da Faculdade de Desporto e Ciências Fìsicas da Universidade de Kent - Samuelle Marcora - começou por concluir que a cafeína é uma ferramenta para os atletas, já que diminui a sua perceção de esforço e de desconforto e aumenta a resistência.

Da cafeína, o académico passou para o estudo de outro tipo de substâncias, geralmente proibidas, como os estimulantes sujeitos a receita médica, drogas derivadas da morfina e também opiáceos. Marcora quer que o Governo britânico autorize testes clínicos para perceber se elevadas doses destas substâncias ajudam as pessoas a aumentar os seus níveis de atividade física.

Os defensores, como Marcora, destas drogas dizem que quantidades controladas podem ser seguras e benéficas para a generalidade das pessoas saudáveis - uma ideia que já fez crescer um grupo de start ups de Silicon Valley que vendem os "nootrópicos" (químicos que poderão melhorar a cognição).

Para Marcora, o potencial de alívio de um problema de saúde pública - como a inatividade física - é um incentivo suficiente para o Governo britânico patrocinar a sua investigação sobre estas substâncias.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.