sicnot

Perfil

Mundo

EUA vão colocar o "mais depressa possível" sistema antimíssil na Coreia do Sul

Os Estados Unidos vão colocar o "mais depressa possível" um sistema antimíssil na Coreia do Sul, depois do lançamento de um míssil pela Coreia do Norte, disse hoje um porta-voz do Pentágono.

© ERIC THAYER / Reuters

"Gostaríamos de ver a sua implantação o mais rápido possível", disse o porta-voz, Peter Cook, em conferência de imprensa.

A China opõe-se à colocação do sistema antimíssil, que considera uma ameaça à sua própria dissuasão nuclear.

O poderoso radar pode ser usado para monitorar os seus próprios disparos de mísseis, considerou a China.

Mas para os Estados Unidos, o sistema antimíssil é um sistema "defensivo", orientado "contra a ameaça norte-coreana" e não para a vigilância da China, explicou Peter Cook.

"Para nós, o radar não deve criar nenhuma inquietude à China", acrescentou.

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul vão começar "nos próximos dias" as discussões para a colocação da futura bateria antimíssil, precisou Peter Cook.

Washington e Seul anunciaram domingo ter decidido implantar na Coreia do Sul o sistema antimíssil.

A Coreia do Norte anunciou domingo que lançou um míssil de longo alcance, às 09:00 locais (00:30 em Lisboa), que a comunidade internacional considera ser um teste de mísseis balísticos encoberto.

Peritos da Coreia do Sul estimam que o míssil possa ter um alcance de mais de 10 mil quilómetros, uma distância superior à que separa a península coreana do território continental dos Estados Unidos da América.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas, NATO e União Europeia, bem como vários países, já condenaram firmemente esta ação.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.