sicnot

Perfil

Mundo

Um dos dez soldados indianos soterrados em avalanche encontrado com vida

Um dos 10 soldados indianos desaparecidos numa avalanche nos Himalaias, em Caxemira, e que se receava estarem todos mortos, foi hoje encontrado com vida por equipas de resgate, adiantaram fontes oficiais.

© David Gray / Reuters

Os soldados foram surpreendidos pela avalanche ao amanhecer de dia 03 de fevereiro, quando faziam uma patrulha num glaciar, o Siachen, a 5.800 metros de altitude, do lado indiano da fronteira com o Paquistão.

O soldado foi encontrado dias depois de o Exército ter afirmado que havia poucas hipóteses de alguém ser encontrado com vida.

"No decorrer da operação de resgate em Siachen, dos dez soldados desaparecidos, um foi encontrado com vida", referiu o general D.S. Hooda, em comunicado.

"Todos os outros, infelizmente já não estão connosco", acrescentou.

O soldado resgatado, Lance Naik Hanamanthappa, está em estado crítico e a equipa de resgate ia tentar retirá-lo da montanha durante a manhã de hoje.

Um porta-voz do Exército disse à agência noticiosa AFP que o soldado seria enviado para um hospital em Nova Deli.

"Esperamos que o milagre continue", acrescentou.

O Exército indiano patrulha o glaciar Siachen, por vezes designado como o campo de batalha mais alto do mundo, devido ao contencioso territorial sobre Caxemira entre a Índia e o Paquistão.

As avalanches e os deslizamentos de terra são frequentes na região no inverno, quando a temperatura pode descer até aos 60 graus Celsius negativos.

De acordo com as estimativas, cerca de 8.000 soldados morreram no glaciar desde 1984, não em combate, mas vítimas de avalanches, deslizamentos de terra, hipotermia, mal das montanhas (doença das alturas) ou ataque cardíaco.

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.