sicnot

Perfil

Mundo

Ataques espontâneos de tubarões atingem nível recorde

Os ataques espontâneos de tubarões atingiram um nível recorde no ano passado e os especialistas prevêem que o número continue a aumentar, embora a população de tubarões esteja a diminuir devido à pesca e à perda de habitat.

© David Gray / Reuters

Os especialistas do Museu Nacional de História da Flórida afirmam que existiram 98 ataques do género por todo o Mundo em 2015, seis dos quais foram mesmo fatais. O recorde anual anterior era do ano 2000, com 88 ataques, segundo a Sky News.

Dos seis ataques fatais do ano passado dois aconteceram na costa da Ilha Reunião, no Oceano Índico; os outros ocorreram na da Austrália, Egito, Nova Caledónia e Estados Unidos.

São precisamente os Estados Unidos que lideram os ataques mundiais com um registo de 59, incluindo os da Flórida, oito em cada uma das Carolinas e sete no Havai. A Califórnia e o Texas contam dois ataques e Nova Iorque e Mississipi têm um cada.

A Austrália e a África do Sul seguem-se com 18 e oito ataques, respetivamente.

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.