sicnot

Perfil

Mundo

Cabra detida na Índia por pastar em jardim de juiz

Uma cabra, de seu nome Babli, foi detida na Índia, acusada de comer de forma repetida plantas e flores do jardim de um juiz.

Babli e o seu dono, Abdul Hassan, foram levados sob custódia no estado indiano de Chhattisgarh, depois do juiz - que é vizinho - ter entregue uma queixa na polícia.

Hassan é acusado de estragar e destruir a propriedade do juiz e pode enfrentar uma pena de dois anos de prisão.

"O dono da cabra foi avisado várias vezes para não deixar o animal pastar no relvado de outras pessoas. A cabra comeu todas as plantas. Recebemos uma queixa do gabinete do juiz, pelo que iniciámos uma investigação e a cabra foi presa", contou o sub-inspetor R. Srivastav.

O dono da cabra admitiu a culpa do seu animal e prometeu que Babli não estragará de novo o jardim do juiz.

Ambos foram entretanto libertados, sob fiança.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.