sicnot

Perfil

Mundo

EUA enviam submarino nuclear para Coreia do Sul em resposta ao míssil norte-coreano

Os Estados Unidos da América enviaram um submarino de propulsão nuclear para a Coreia do Sul, informou hoje uma fonte militar de Seul, em resposta ao recente lançamento de um míssil por parte da Coreia do Norte.

© Carlos Jasso / Reuters

O USS North Carolina (SSN-777), um submarino com mais de oito anos de serviço, "está a caminho da Coreia do Sul", indicou uma fonte das Forças Armadas do país asiático à agência Yonhap.

O submarino de propulsão nuclear, cuja velocidade de cruzeiro é de 46 quilómetros por hora, tem capacidade para transportar mísseis de cruzeiro Tomahawk e até 48 torpedos.

Com o envio do USS North Carolina para águas sul-coreanas, os Estados Unidos pretendem "reafirmar o seu compromisso com a defesa da Coreia do Sul" e "enviar uma mensagem de advertência à Coreia do Norte", indicou a mesma fonte.

O porta-voz também assegurou que os Estados Unidos desejam enviar para o país asiático dois novos aviões de combate, possivelmente um bombardeiro B-2 e um caça F-22 Raptor.

O envio do submarino é considerado uma resposta ao recente lançamento, pela Coreia do Norte, de um satélite espacial a bordo de um míssil de longo alcance, uma ação fortemente contestada por Seul e Washington, que a consideram um ensaio de mísseis balísticos encoberto, o que violaria das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O lançamento deste míssil seguiu-se a um teste nuclear em janeiro, após o qual os Estados Unidos enviaram um bombardeiro B-52 para a Coreia do Sul.

Os Estados Unidos mantêm estacionados, de forma permanente, 28.500 soldados na Coreia do Sul, país que se comprometem a defender em caso de conflito com o Norte.

  • Detido dono do cão que feriu criança com gravidade

    País

    O dono do cão de raça Rottweiler que esta terça-feira feriu com gravidade uma criança de quatro anos em Matosinhos foi detido pela PSP e o animal já foi recolhido no canil municipal, informou fonte oficial da autarquia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.