sicnot

Perfil

Mundo

EUA voltam a recusar liberdade condicional ao assassino de Robert Kennedy

A justiça norte-americana recusou na quarta-feira, pela 15.ª vez, a liberdade condicional ao homem que assassinou o senador Robert Kennedy durante a campanha eleitoral das presidenciais dos EUA de 1968.

© Handout . / Reuters

Sirhan Sirhan, com 71 anos de idade, foi considerado culpado a 17 de abril de 1969 da morte do irmão do ex-Presidente dos Estados Unidos da América John Kennedy, também ele assassinado em 1963.

Inicialmente, foi condenado à morte, mas a pena passou a prisão perpétua em 1972.

Sirhan Sirhan declarou na quarta-feira, durante três horas, perante uma comissão do estado da Califórnia que avaliou o seu caso, que já não se lembra do tiroteio em que morreu Bobby Keneddy.

O condenado acrescentou que tinha bebido muito naquele dia e que gostava "que nada tivesse acontecido".

"Legalmente falando, não sou responsável por nada", afirmou.

Os membros da comissão consideraram que Sirhan não mostra qualquer arrependimento e sublinharam que o crime "teve um impacto em toda a nação [EUA]" e até "no mundo inteiro".

Sirhan Sirhan, um emigrante palestiniano, assassinou Bob Kennedy no hotel Ambassador, em Los Angeles, depois de o senador ter ganhado as primárias do Partido Democrata para as presidenciais. No atentado, ficaram feridas mais cinco pessoas.

O assassino justificou o ato com o facto de Bob Kennedy apoiar a venda de aviões militares a Israel.

Lusa

  • Governo dos EUA perde filme do assassinato de JFK

    Mundo

    O governo norte-americano diz desconhecer o paradeiro de um filme que regista o momento em que o presidente Kennedy é alvejado, em 1963. As imagens, registadas por Orville Nix, foram confiscadas pela polícia e nunca foram devolvidas. Agora a neta de Nix exige uma indemnização de 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) ao governo norte-americano.

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.