sicnot

Perfil

Mundo

Grupo armado que ocupava parque natural nos EUA vai entregar-se após 40 dias

Um grupo armado que um edifício público num parque natural em Oregon, Estados Unidos, aceitou abandonar hoje o local, ao fim de 40 dias, depois de o FBI cercar a zona e forçar uma negociação.

© Jim Urquhart / Reuters

Após horas de negociações, transmitidas em direto e seguidas por milhares de pessoas na Internet, as quatro pessoas que ainda ocupavam as instalações asseguraram que vão abandonar o refúgio desarmadas às 8:00 locais (16:00 em Lisboa).

A ocupação começou a 2 de janeiro, quando um grupo armado tomou um edifício da reserva natural de Malheur como forma de protesto e em apoio a dois homens condenados por realizarem queimadas num terreno rural do Governo sem autorização.

Ao grupo juntaram-se pessoas de todo o país, mas a 26 de janeiro o líder dos amotinados, Ammon Bundy, foi detido por agentes federais e pediu aos seus seguidores que abandonassem o local.

Segundo o jornal local The Oregonian, apenas quatro pessoas permanecem no parque e já não estão no edifico mas sim acampadas ao ar livre: David Fry, de Ohio, Jeff Banta, de Elko (Nevada), e o casal Sean e Sandy Anderson, de Riggins (Idaho).

Ao fim de horas de negociações, Sean Anderson anunciou que os quatro vão abandonar o local hoje se lhes permitirem encontrar-se com Michele Fiore, uma deputada do Nevada que há dois anos apoiou o pai de Bundy numa disputa com o Governo e se ofereceu para atuar como mediadora neste caso, e com o evangélico Franklin Graham.

"Não nos estamos a render, estamos a entregar-nos. Vai contra tudo o que acreditamos mas vamos fazê-lo", assegurou Sean Anderson, acrescentando que as armas serão deixadas nos seus veículos.

O FBI não confirmou, no entanto, que haja um acordo para que o grupo abandone o local.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52