sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul alerta Norte para ilegalidade do congelamento de bens de empresas

A Coreia do Sul acusou hoje a Coreia do Norte de agir "ilegalmente" ao congelar os bens das empresas sul-coreanas e dos trabalhadores expulsos do complexo industrial partilhado de Kaesong.

© Kim Hong-Ji / Reuters

O ministro da Unificação de Seul, Hong Yong-Pyo, afirmou que a decisão de Pyongyang de expulsar as empresas sul-coreanas foi "muito lamentável", acrescentando que o Norte tem de se responsabilizar pelas consequências.

Na quinta-feira, a Coreia do Norte anunciou que ia fechar totalmente Kaesong e que ia colocar o complexo sob controlo militar.

Todos os sul-coreanos que trabalhavam no local, localizado na Coreia do Norte, a dez quilómetros da fronteira, foram expulsos, sendo apenas autorizados a levar consigo bens pessoais.

O regime de Kim Jong-un ordenou também um "total congelamento" de todos os bens deixados para trás, incluindo matérias-primas, produtos e equipamento.

Pyongyang justificou as medidas com a decisão de Seul no dia anterior de suspender as operações das 124 empresas sul-coreanas em Kaesong -- uma resposta aos recentes teste nuclear e lançamento de míssil de longo alcance pelo Norte.

"A Coreia do Norte expulsou o nosso pessoal quase sem aviso, impediu-os de levar produtos terminados e congelou ilegalmente bens valiosos", disse Hong.

O ministro condenou também a "medida extrema e injustificada" tomada por Pyongyang ao cortar as duas únicas linhas de comunicação com o Sul.

"A Coreia do Norte vai ter de assumir a responsabilidade pelo que acontecer daqui para a frente", rematou.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19