sicnot

Perfil

Mundo

Desaparecido de manicómio encontrado 30 anos depois

Um canadiano desaparecido de um hospital psiquiátrico, há 30 anos, na província de Ontario, foi encontrado após lembrar-se da própria identidade.

Pouco tempo depois de Edgar Latulip sofrer uma perda de memória, apanhou um autocarro e passou a viver na região do Niagara. Durante décadas viveu com uma identidade diferente até ao momento em que começou a ter alguns "flashes" de memória.

Ao falar com um assistente social que pesquisou o nome Latulip, descobriu que se tratava de uma pessoa procurada. A confirmação da sua identidade chegou com um teste de ADN.

A mãe, residente em Otava, nem quis acreditar na notícia. Apesar da difícil relação com o filho, disse que quer "vê-lo, falar com ele e ajudá-lo da maneira que puder".

De acordo com o site de pessoas desaparecidas na América do Norte, Latulip possui uma idade mental de 12 anos.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.