sicnot

Perfil

Mundo

Dois ataques no Mali matam seis capacetes azuis e três soldados malianos

Dois ataques separados causaram sexta-feira a morte a seis capacetes azuis e três soldados malianos no norte do Mali, ação atribuída a grupos de milicianos que intensificaram a atividade na região.

(Arquivo)

(Arquivo)

Sunday Alamba / AP

Um sexto capacete azul guineense faleceu em resultado dos ferimentos depois de um ataque, durante a manhã, a um campo da Missão da ONU no Mali (Minusma), em Kidal, no nordeste do país, revelou sexta-feira à noite à agência noticiosa AFP um dirigente do contingente guineense na Minusna e uma fonte militar guineense em Conacri.

Antes, um porta-voz do secretário-geral da ONU, Ban ki-Moon, tinha informado a existência de 30 feridos.

Estes ataques "não enfraquecerão a determinação das Nações Unidas em apoiar o governo maliano, as partes signatárias do acordo de paz e o povo maliano nos seus esforços para alcançar uma paz e uma estabilidade durável", assegurou Ban Ki-moon, referindo-se ao acordo assinado em maio de 2015 pelo governo e a ex-rebelião tuaregue.

Lusa

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02