sicnot

Perfil

Mundo

Angela Merkel favorável a uma zona de exclusão aérea na Síria

A chanceler alemã Angela Merkel manifestou hoje em entrevista ao diário Stuttgarter Zeitung o seu apoio a uma zona de exclusão aérea na Síria e que tem vindo a ser proposta há vários meses pela Turquia.

© Morris MacMatzen / Reuters

"Na atual situação seria útil a existência de uma zona que não seja bombardeada por nenhum dos beligerantes, uma espécie de zona de exclusão aérea", declarou Merkel, interrogada sobre a ideia de "zonas securitárias" na Síria.

Para a dirigente alemã não é possível "negociar com os terroristas" da organização 'jihadista' Estado Islâmico (EI), mas um acordo entre os apoiantes do Presidente sírio Bashar al-Assad e a "coligação anti-Assad" sobre esta questão seria "de grande utilidade".

Angela Merkel não precisou os contornos da eventual zona de exclusão. A Turquia propõe desde há meses uma zona de segurança que se prolongue de Azaz a Jarablus, no norte da Síria, para acolher os deslocados sírios no seu próprio território.

A chanceler alemã considerou que "os bombardeamentos sobre e em redor de Alepo [norte], em particular por parte do exército russo, tornam ainda mais complicada" a situação na Síria, após cinco anos de guerra que já provocaram mais de 260.000 mortos.

Ancara tem ainda tentado associar os seus parceiros da NATO à ideia de uma zona de exclusão aérea, mas a administração dos Estados Unidos tem denunciado divisões sobre a questão. Por sua vez, a Rússia tem-se oposto firmemente, em nome do respeito pela soberania nacional.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:56

    País

    O verão chega esta quinta-feira, dia em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê aumento da instabilidade atmosférica com ocorrência de aguaceiros, por vezes fortes e de granizo, e trovoada.

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49