sicnot

Perfil

Mundo

Angela Merkel favorável a uma zona de exclusão aérea na Síria

A chanceler alemã Angela Merkel manifestou hoje em entrevista ao diário Stuttgarter Zeitung o seu apoio a uma zona de exclusão aérea na Síria e que tem vindo a ser proposta há vários meses pela Turquia.

© Morris MacMatzen / Reuters

"Na atual situação seria útil a existência de uma zona que não seja bombardeada por nenhum dos beligerantes, uma espécie de zona de exclusão aérea", declarou Merkel, interrogada sobre a ideia de "zonas securitárias" na Síria.

Para a dirigente alemã não é possível "negociar com os terroristas" da organização 'jihadista' Estado Islâmico (EI), mas um acordo entre os apoiantes do Presidente sírio Bashar al-Assad e a "coligação anti-Assad" sobre esta questão seria "de grande utilidade".

Angela Merkel não precisou os contornos da eventual zona de exclusão. A Turquia propõe desde há meses uma zona de segurança que se prolongue de Azaz a Jarablus, no norte da Síria, para acolher os deslocados sírios no seu próprio território.

A chanceler alemã considerou que "os bombardeamentos sobre e em redor de Alepo [norte], em particular por parte do exército russo, tornam ainda mais complicada" a situação na Síria, após cinco anos de guerra que já provocaram mais de 260.000 mortos.

Ancara tem ainda tentado associar os seus parceiros da NATO à ideia de uma zona de exclusão aérea, mas a administração dos Estados Unidos tem denunciado divisões sobre a questão. Por sua vez, a Rússia tem-se oposto firmemente, em nome do respeito pela soberania nacional.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.