sicnot

Perfil

Mundo

Avião com um cadáver e elevada soma de dinheiro intercetado no Zimbabué

As autoridades do Zimbabué intercetaram um avião com destino à África do Sul que levava a bordo milhões de rands em dinheiro e um cadáver de identidade desconhecida, informaram hoje meios de comunicação locais.

(arquivo)

(arquivo)

© Jacky Naegelen / Reuters

O avião, que partira da Alemanha com destino à cidade sul-africana de Durban, foi intercetado domingo quando parou para fazer um reabastecimento no aeroporto da capital do Zimbabué.

Funcionários do aeroporto detetaram sangue proveniente do interior da aeronave e, ao investigá-la, descobriram o cadáver de um homem adulto, explicou a rádio estatal Zimbabwe Broadcasting Corporation (ZBC).

O incidente causou alvoroço, tanto no Zimbabué como na vizinha África do Sul, após se saber que o avião pertence a uma empresa norte-americana, a Global Airlines, com sede na Florida.

O dinheiro tem como destino o South African Reserve Bank (SARB), que emitiu um comunicado no qual diz estar a trabalhar com as autoridades para garantir que a verba lhe é entregue e coloca a hipótese de o corpo encontrado no avião ser de um clandestino.

A Polícia do Zimbabué está a investigar o caso para averiguar a identidade do cadáver.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão