sicnot

Perfil

Mundo

Podemos insiste num referendo na Catalunha, a "linha vermelha" do PSOE

O Podemos voltou hoje ao exigir ao partido socialista espanhol, o PSOE, a realização de um referendo sobre a independência na Catalunha, num documento contra-proposta para reiniciar negociações para a formação de um governo.

Pablo Iglesias, secretário-geral do Podemos.

Pablo Iglesias, secretário-geral do Podemos.

© Juan Medina / Reuters

O partido de Pablo Iglesias (69 deputados) é fundamental para o PSOE formar governo em Espanha, já que os socialistas apenas somam 90 deputados e o partido que ganhou as eleições de 20 de dezembro, o PP (123 assentos), já afirmou que pretende votar contra um governo de coligação de esquerdas.

O Podemos afastou-se das negociações iniciadas pelo secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, uma vez que os socialistas também procuraram o apoio do Ciudadanos (centro-direita, 40 deputados). Pablo Iglesias fez um "ultimato" a Sánchez: ou conta com o Podemos ou com o Ciudadanos, não poderá ter os dois.

No entanto, no dia em que o presidente do Congresso dos Deputados agendou o dia 2 de março para a primeira votação de investidura de Sánchez, Iglesias tentou retomar a iniciativa, apresentando um programa de 98 páginas com as linhas de negociação do seu partido para um eventual governo de esquerda.

A 22 de janeiro, Iglesias tinha proposta aos socialistas um governo de coligação PSOE-Podemos-Izquierda Unida (IU) com a vice-presidência e pelo menos cinco ministérios para o seu partido. O PSOE - que preferiria formar governo sozinho com acordos de apoio parlamentar - recusou falar dessa possibilidade, preferindo discutir "políticas e não distribuição de lugares".

No entanto, no documento de hoje consta como imprescindível a realização de um referendo sobre a autodeterminação da Catalunha, uma das linhas vermelhas do PSOE e do seu máximo órgão entre congressos, o Comité Federal, no qual têm assento os principais "barões regionais" socialistas.

Ou seja, basta que o Podemos não levante apenas este obstáculo e Pedro Sánchez já não tem mandato do seu próprio partido para negociar com Iglesias.

O Podemos não só propõe um referendo como o prevê ao abrigo do artigo 92 da atual Constituição, ou seja, sem reformar a lei fundamental, como quer o PSOE.

"A pergunta deste referendo deve ser única e clara e ter como objetivo fixar a posição da cidadania catalã sobre o futuro político da Catalunha", especifica-se no programa.

Por outro lado, o programa do Podemos também propõe uma reforma da estrutura do governo, com o vice-presidente - cargo que o Iglesias reivindica para si mesmo - a controlar toda a comunicação do executivo, o Boletim Oficial do Estado (o equivalente ao português Diário da República) e o órgão estatal de sondagens (o CIS) e, mais importante. Por último, e mais importante, na divisão de poderes, o Podemos controlaria os serviços de serviços secretos e espionagem do Estado.

Um porta-voz do PSOE já respondeu a Iglesias sobre esta proposta, afirmando que o líder do Podemos "esqueceu-se de qual é o seu lugar". Vários dirigentes socialistas têm vindo a afirmar que as posições do Podemos têm visado humilhar o PSOE e são contra-producentes no que toca a um eventual acordo.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.