sicnot

Perfil

Mundo

Polícia resgata 18 crianças retidas por uma seita na África do Sul

A polícia sul-africana libertou 18 crianças retidas na sede da Igreja da Família Mancoba, uma seita que se declara contra todo o tipo de civilização e proíbe os seguidores de estudar ou trabalhar, informaram meios de comunicação locais.

Arquivo Reuters

As autoridades entraram à força no recinto, localizado em Nyanga, na província sul-africana de Cabo Oriental, depois do fracasso de duas horas de negociações com os líderes da seita.

"As crianças viviam na igreja. Não iam à escola e alguns não tinham certidões de nascimento. Acreditamos que não os deixavam sair", declarou o porta-voz da polícia de Cabo Oriental, Mzukisi Fatyela.

Após meses de investigação às atividades do grupo, a polícia obteve um mandado judicial para retirar as crianças, com idades entre os três e os 13 anos, as quais tinham sido escondidas num compartimento do recinto.

A polícia não informou de qualquer detenção entre os membros da seita, em cujas instalações vivem mais de 200 adultos.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC