sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Ucrânia pede a demissão do primeiro-ministro

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, pediu esta terça-feira a demissão do seu primeiro-ministro, Arseni Iatseniuk, e do procurador-geral, ambos alvo de fortes críticas pela demora na aplicação de reformas.

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

© Gleb Garanich / Reuters

"O presidente apelou ao procurador-geral e ao primeiro-ministro que se afastem para restaurar a confiança no poder", escreveu o porta-voz do presidente, Sviatoslav Tsegolko, na sua conta na rede social Twitter.

Cabe ao parlamento ucraniano, Rada Suprema, decidir o futuro dos dois responsáveis.

Segundo a agência noticiosa France Presse, Poroshenko tem afastado a hipótese de convocar legislativas antecipadas, defendendo que a atual coligação pró-ocidental deve formar um novo governo.

Iatseniuk, no cargo há dois anos, tem sido fortemente criticado nos últimos meses pela insuficiência das reformas prometidas e por alegadamente defender os interesses dos oligarcas e pode enfrentar uma moção de censura.

O procurador-geral, Viktor Shokin, é um colaborador próximo do presidente criticado pela falta de ação contra a corrupção e a sua demissão é exigida há muito internamente e, segundo a imprensa ucraniana, também pelos países ocidentais aliados do governo de Kiev.

Lusa

  • Papa aprova canonização dos pastorinhos

    País

    O Papa Francisco promulgou esta manhã o decreto que reconhece o milagre atribuído aos beatos Francisco e Jacinta, conhecidos como os pastorinhos de Fátima, o que permite a canonização, anunciou a sala de imprensa da Santa Sé.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.