sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Ucrânia pede a demissão do primeiro-ministro

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, pediu esta terça-feira a demissão do seu primeiro-ministro, Arseni Iatseniuk, e do procurador-geral, ambos alvo de fortes críticas pela demora na aplicação de reformas.

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

© Gleb Garanich / Reuters

"O presidente apelou ao procurador-geral e ao primeiro-ministro que se afastem para restaurar a confiança no poder", escreveu o porta-voz do presidente, Sviatoslav Tsegolko, na sua conta na rede social Twitter.

Cabe ao parlamento ucraniano, Rada Suprema, decidir o futuro dos dois responsáveis.

Segundo a agência noticiosa France Presse, Poroshenko tem afastado a hipótese de convocar legislativas antecipadas, defendendo que a atual coligação pró-ocidental deve formar um novo governo.

Iatseniuk, no cargo há dois anos, tem sido fortemente criticado nos últimos meses pela insuficiência das reformas prometidas e por alegadamente defender os interesses dos oligarcas e pode enfrentar uma moção de censura.

O procurador-geral, Viktor Shokin, é um colaborador próximo do presidente criticado pela falta de ação contra a corrupção e a sua demissão é exigida há muito internamente e, segundo a imprensa ucraniana, também pelos países ocidentais aliados do governo de Kiev.

Lusa

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58