sicnot

Perfil

Mundo

Quatro jornalistas norte-americanos presos no Bahrein

Quatro jornalistas norte-americanos foram detidos no Bahrein no domingo, dia do quinto aniversário da revolta de 14 de fevereiro de 2011 no pequeno reino do Golfo, anunciaram autoridades e a família de um dos repórteres.

© Hamad I Mohammed / Reuters


Em Washington, o Departamento de Estado declarou estar "ao corrente de informações segundo as quais cidadãos norte-americanos foram presos", mas recusou tecer qualquer comentário "por motivos de ordem particular".

A polícia de Manama, que anunciou na segunda-feira a detenção dos quatro jornalistas, também não revelou dados sobre as suas identidades nem os órgãos de comunicação para os quais trabalham.

Os jornalistas foram detidos em Sitra, um subúrbio de Manama de maioria xiita, que constitui um dos bastiões da contestação contra a dinastia sunita no poder no Bahrein.

Confrontos entre manifestantes e as forças de segurança foram registados no domingo em Sitra, segundo a agência oficial BNA.

Entraram no país a 11 e 12 de fevereiro como turistas "alguns" norte-americanos que "exerceram o trabalho jornalístico sem autorização", indicou a polícia, que os acusou de ter "cometido atos contrários à lei".

O caso foi enviado para o Ministério Público.

Em Washington, a família da jornalista Anna Therese Day divulgou um comunicado a confirmar a detenção da jovem, que trabalhou no Médio Oriente, no norte de África, na Índia, no Brasil e no México para órgãos como o New York Times, CNN e Al-Jazeera, em que pede a sua libertação o mais rapidamente possível.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.