sicnot

Perfil

Mundo

Quatro mortos em explosão em prédio residencial na Rússia

Pelo menos quatro pessoas morreram e várias outras ficaram feridas hoje na sequência de uma explosão de gás que destruiu um prédio residencial na cidade russa de Yaroslavl, informaram as autoridades.

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

RUSSIAN EMERGENCY MINISTRY

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

RUSSIAN EMERGENCY MINISTRY

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

Explosão em prédio na cidade russa de Yaroslavl

RUSSIAN EMERGENCY MINISTRY


"Infelizmente, foram recuperados quatro corpos. As quatro vítimas eram evidentemente moradores dos apartamentos vizinhos, cujas paredes desabaram", disse o governador regional Sergei Yastrebov à agência noticiosa RIA-Novosti.

"A situação não é clara neste momento", disse o responsável, advertindo que mais corpos podem estar debaixo dos escombros.

Fonte do Ministério de Emergências russo disse à agência noticiosa TASS que nove pessoas, que sofreram ferimentos, foram hospitalizadas na sequência da explosão naquela cidade central russa que danificou cerca de 15 apartamentos.

As autoridades indicaram que 550 socorristas e 130 veículos foram enviados para o local, e que foi aberto um inquérito para investigar eventuais violações das regulações de segurança.

Explosões de gás são comuns na Rússia. O caso grave mais recente ocorreu em fevereiro de 2012 e causou dez mortos na cidade de Astrakhan, no sul do país.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".