sicnot

Perfil

Mundo

Suspeitos do atentado de agosto em Banguecoque presentes a tribunal

Os dois acusados pelo atentado à bomba de agosto passado em Banguecoque, que causou 20 mortos e uma centena de feridos, foram hoje presentes a um tribunal militar da Tailândia.

Suspeitos do atentado de agosto em Banguecoque presentes a tribunal

Suspeitos do atentado de agosto em Banguecoque presentes a tribunal

© Chaiwat Subprasom / Reuters

Os suspeitos -- Mohamad Bilal e Yusufu Mieraili -- chegaram com as mãos e os pés algemados ao tribunal, onde, em novembro último, receberam dez acusações, incluindo conspiração, homicídio premeditado e posse de explosivos.

Segundo a polícia, durante a investigação ambos admitiram a sua participação no atentado de 17 de agosto, mas na segunda-feira o seu advogado disse à imprensa que as confissões foram obtidas sob tortura.

Os acusados, identificados pelas autoridades como uigures, a minoria muçulmana da região chinesa do Xinjiang, são os únicos detidos pelo atentado que a polícia considera ter sido uma represália de grupos de crime organizado relativamente a uma suposta campanha contra o tráfico de seres humanos.

A investigação, com irregularidades e declarações contraditórias por parte da polícia e da junta militar, alimentou uma série de especulações sobre os motivos por detrás do atentado, cuja autoria não foi reivindicada.

Uma das teorias ligava o ato terrorista à deportação para a China, semanas antes, de uma centena de uigures que esperavam poder viajar para a Turquia em busca de asilo, hipótese alimentada por o templo onde ocorreu o ataque ser muito popular entre os turistas chineses.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".