sicnot

Perfil

Mundo

Aplicação ajuda a orientar utentes na estação mais concorrida do mundo

Uma companhia ferroviária japonesa criou uma aplicação para os utentes não se perderem na estação de Shinjuku, a mais concorrida do mundo, com uma afluência diária de 3,6 milhões de passageiros e mais de 200 saídas.

Estação de comboios de Shinjuku, Japão

Estação de comboios de Shinjuku, Japão

© Reuters Photographer / Reuter

A East Japan Railway, proprietária da maioria das mais de 20 linhas que convergem na estação, começou a testar esta semana a aplicação "Ekikonai Navi" (navegador do interior da estação) para que "os utentes consigam deslocar-se facilmente" pelo terminal, de acordo com a página digital da companhia.

A estação, um dos principais nós do extenso sistema de metropolitano e comboios de Tóquio, cidade com mais de 38 milhões de habitantes, é um complicado labirinto, mesmo para os utentes que a frequentam habitualmente, com 36 plataformas e mais de 200 saídas.

A aplicação, cuja versão experimental está disponível em japonês e inglês para sistemas iOS e Android, consiste num navegador que mostra o percurso mais adequado para chegar ao ponto de destino, a partir do local em que o utente se encontra.

Além de Shinjuku, a aplicação permite navegar por outra das estações mais frequentadas da capital, a estação central de Tóquio.

Lusa

  • Seleção de sub-21 precisa de vencer a Macedónia

    Desporto

    A seleção portuguesa de futebol de sub-21 precisa, hoje, de vencer a Macedónia e de marcar pelo menos quatro golos para poder sonhar ainda com a presença nas meias-finais do Europeu da categoria, que decorre na Polónia.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Trump volta a garantir que não tentou interferir na investigação do FBI
    0:17

    Mundo

    O Presidente dos EUA reitera que não tentou interferir na investigação do FBI em relação às alegadas interferências da Rússia nas eleições presidenciais. Questionado sobre as gravações das conversas que manteve com o ex-diretor da polícia de investigação, James Comey, Donald Trump prometeu esclarecimentos num futuro breve.

  • "A informação pode ter saído depois da hora do exame de Português"
    1:19

    País

    O presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais diz que é preciso aguardar pelas conclusões do relatório sobre a alegada fuga de informação do exame nacional de Português. Jorge Ascensão defende que a investigação deve causar o mínimo de impacto aos alunos que realizaram a prova.