sicnot

Perfil

Mundo

Aplicação ajuda a orientar utentes na estação mais concorrida do mundo

Uma companhia ferroviária japonesa criou uma aplicação para os utentes não se perderem na estação de Shinjuku, a mais concorrida do mundo, com uma afluência diária de 3,6 milhões de passageiros e mais de 200 saídas.

Estação de comboios de Shinjuku, Japão

Estação de comboios de Shinjuku, Japão

© Reuters Photographer / Reuter

A East Japan Railway, proprietária da maioria das mais de 20 linhas que convergem na estação, começou a testar esta semana a aplicação "Ekikonai Navi" (navegador do interior da estação) para que "os utentes consigam deslocar-se facilmente" pelo terminal, de acordo com a página digital da companhia.

A estação, um dos principais nós do extenso sistema de metropolitano e comboios de Tóquio, cidade com mais de 38 milhões de habitantes, é um complicado labirinto, mesmo para os utentes que a frequentam habitualmente, com 36 plataformas e mais de 200 saídas.

A aplicação, cuja versão experimental está disponível em japonês e inglês para sistemas iOS e Android, consiste num navegador que mostra o percurso mais adequado para chegar ao ponto de destino, a partir do local em que o utente se encontra.

Além de Shinjuku, a aplicação permite navegar por outra das estações mais frequentadas da capital, a estação central de Tóquio.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.