sicnot

Perfil

Mundo

Bashar Al Assad concede indulto a desertores do exército

O presidente sírio, Bashar al Assad, concedeu hoje um indulto aos desertores do exército nacional que estão no país ou fora, avançou a agência de notícias oficial síria Sana.

SANA HANDOUT

Bashar Al Assad emitiu um decreto que perdoa a pena aos desertores militares e dá um prazo de 30 dias aos que se encontrem em território sírio para se entregarem à Justiça.

Além disso, concede um ultimato de 60 dias aos que estejam fora do país e queiram legalizar a sua situação.

Desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, o chefe de Estado decretou várias amnistias, mas excluindo sempre os que tiveram "as mãos manchadas de sangue".

O último indulto concedido por Bashar Al Assad foi em julho, aos autores de crimes referentes ao incumprimento da lei militar, entre estes a deserção, com a condição de os infratores se entregarem às autoridades.

O decreto de hoje surge depois de uma visita na terça-feira a Damasco do enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) na Síria, Staffan de Mistura, que se reuniu com o ministro sírio dos Negócios Estrangeiros, Walid al Mualem, numa tentativa de impulsionar as negociações de Paz entre o regime e a oposição.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC