sicnot

Perfil

Mundo

Buscas na sede da extrema-direita francesa por suspeita de desvio de fundos da UE

A polícia francesa fez hoje buscas na sede da Frente Nacional (extrema-direita), perto de Paris, no âmbito de uma investigação a alegações de desvio de fundos do Parlamento Europeu para pagar salários a funcionários do partido.

Marine le Pen lidera o Frente Nacional desde 2011.

Marine le Pen lidera o Frente Nacional desde 2011.

© Alessandro Garofalo / Reuters

A justiça suspeita que duas dezenas de assistentes de eurodeputados da FN recebiam salários europeus sem nunca terem desempenhado funções em Bruxelas, trabalhando exclusivamente para o partido em França.

Em causa podem estar cerca de 7,5 milhões de euros.

Segundo fonte policial citada pela agência France Presse, cinco agentes realizaram as buscas na sede da FN, em Nanterre, subúrbio a oeste de Paris, durante a manhã de hoje.

O partido liderado por Marine Le Pen rejeita as alegações e afirma que a investigação tem motivações políticas, acusando o governo de tentar "prejudicar, espiar e intimidar a oposição patriótica".

O caso foi desencadeado pelo organismo antifraude da União Europeia, OLAF, no início de 2015, e transmitido às autoridades francesas.

A operação em Nanterre realiza-se um dia depois de a polícia ter feito buscas na residência do fundador do partido e pai da atual líder, Jean-Marie Le Pen, no escritório do seu secretário pessoal, Gérald Gérin, e de um contabilista ligado ao partido.

Lusa

  • Chuva, vento, granizo e neve em 13 distritos
    1:42

    País

    Treze distritos do continente estão sob aviso amarelo de mau tempo, com previsão de chuva, granizo e neve. O vento forte também se faz sentir nos distritos de Beja, Faro e Setúbal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.