sicnot

Perfil

Mundo

Instituto Jacques Delors abre arquivo privado do ex-presidente da Comissão Europeia

O Instituto Jacques Delors abriu hoje ao público os arquivos privados entre 1984 e 1994 do seu fundador e antigo presidente da Comissão Europeia, no dia em que se assinalam os 30 anos do Ato Único Europeu.

Jacques Delors, ex-presidente da Comissão Europeia.

Jacques Delors, ex-presidente da Comissão Europeia.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters (Arquivo)

O acervo, destaca o 'think tank' em comunicado, é composto por textos de intervenções de Jacques Delors, entrevistas e artigos de imprensa, notas preparatórias e relatórios de encontros de alto nível mantidos pelo 8.º presidente da Comissão Europeia.

O político francês, nascido a 20 de julho de 1925, é considerado o grande reformista do bloco europeu, tendo sido responsável pela entrada em vigor do Ato Único Europeu (em 1987) - que originou o mercado interno - e do Tratado de Maastricht (1993), que criou a União Europeia.

O Ato Único Europeu, assinado no Luxemburgo a 17 de fevereiro de 1986, relançou o processo de construção europeia para a conclusão do mercado interno, então definido como "um espaço sem fronteiras internas, no qual a livre circulação das mercadorias, das pessoas, dos serviços e dos capitais é assegurada".

Os arquivos agora tornados públicos incluem ainda documentação sobre o processo da União Económica e Monetária e a criação da moeda única, bem como sobre a reunificação alemã e o desmembramento da União Soviética, entre outros.

O Instituto Jacques Delors é atualmente presidido pelo antigo vice-primeiro-ministro de António Guterres e ex-comissário europeu para a Justiça e Assuntos Internos António Vitorino.

Jacques Delors esteve dez anos à frente da Comissão Europeia (1985-1995), recorde apenas igualado por José Manuel Durão Barroso (2004-2014).

Lusa

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00