sicnot

Perfil

Mundo

Juíza obriga Apple a desbloquear iPhone de autor de tiroteio na Califórnia

Uma juíza federal dos Estados Unidos ordenou, esta terça-feira, à Apple que ajude o FBI a desbloquear e a aceder ao iPhone utilizado por um dos autores do tiroteio ocorrido em dezembro, em San Bernardino (Califórnia), em que morreram 14 pessoas.

Catorze pessoas morreram e 21 outras ficaram feridas, a 2 de dezembro, no ataque ao Centro Regional Inland, na localidade de San Bernardino

Catorze pessoas morreram e 21 outras ficaram feridas, a 2 de dezembro, no ataque ao Centro Regional Inland, na localidade de San Bernardino

© Mike Blake / Reuters

Segundo a ordem emitida pela magistrada Sheri Pym, a Apple deverá providenciar ao FBI "assistência técnica razoável" para que aceda ao telemóvel, o que, na prática, significa "pirateá-lo" para desativar o sistema de segurança que elimina os dados do aparelho se não for introduzido o código correto após várias tentativas.

Se a Apple desativar esta função, os investigadores federais podem ter todas as combinações que sejam necessárias para o código de segurança pessoal do iPhone sem receio de que se percam os dados e, quando acertarem, aceder a toda a informação que contém.

O telemóvel era operado por Syed Farook, um dos autores do massacre, apesar de ser propriedade do seu empregador, a administração do condado de San Bernardino, que já deu o seu consentimento.

O aparelho foi encontrado pelos agentes no veículo em que Syed Farook, de nacionalidade norte-americana, e da sua mulher, Tashfeen Malik, paquistanesa, fugiram antes de serem abatidos.

Catorze pessoas morreram e 21 outras ficaram feridas, a 02 de dezembro, quando Farook e Malik, presumíveis seguidores do grupo extremista Estado Islâmico (EI), atacaram o Centro Regional Inland, na localidade de San Bernardino.

Lusa

  • Casal detido por torturar os 13 filhos em casa nos EUA

    Mundo

    Treze irmãos e irmãs foram encontrados presos em casa, alguns acorrentados, esfomeados e sujos, numa pequena localidade no estado norte-americano da Califórnia, e os pais foram detidos por tortura, anunciou a polícia norte-americana.

  • Morreu a cantora Madalena Iglésias

    Cultura

    A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música "Ele e Ela", morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha. O velório realiza-se hoje, a partir das 18:00 locais (17:00 em Portugal), na sala 18 do Tanatório de Collserola, em Barcelona.

  • U2 regressam a Portugal em setembro

    Cultura

    16 de setembro, Altice Arena em Lisboa. A nova digressão da banda irlandesa U2 tem passagem garantida por Portugal. Os bilhetes são postos à venda ainda em janeiro, com condições especiais para membros do clube de fãs e os primeiros que compraram o mais recente álbum do grupo.

    Ricardo Rosa

  • "O grupo parlamentar do PSD vai ser um instrumento de força para ajudar Rui Rio"
    16:00