sicnot

Perfil

Mundo

Maduro diz que Venezuela está a ser bloqueada financeiramente a partir do estrangeiro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, considerou hoje que a Venezuela está a ser bloqueada financeiramente a partir do estrangeiro e acusou a oposição de ter instalado «um sistema de pressão contra o povo».

Fernando Llano

«A Venezuela tem um bloqueio financeiro internacional. Nem refinanciam um processo de melhoria das condições da dívida e procuram condições leoninas para emprestar-nos uma divisa, um dólar», disse.

Nicolás Maduro falava em Caracas, no palácio presidencial de Miraflores, durante uma reunião de ministros, transmitida pelas rádios e televisões do país, em que fez um balanço da Agenda Económica Bolivariana para enfrentar a crise venezuelana.

«Há um só poder neste mundo que pode dirigir as peças de uma guerra financeira contra a República (...) não digo mais, que cada um tire as suas conclusões», disse.

Nicolás Maduro referiu que se trata de «um sistema de boicote nacional e internacional, de guerra económica, que tem o propósito de derrotar, fazer ajoelhar a Venezuela, apoderar-se das riquezas e voltar a controlar o país».

Nicolás Maduro vincou que a emergência económica venezuelana «é verdadeira» e «penetrou profundamente» na Venezuela, lamentando que a aposição «tenha voltado as costas ao país» ao chumbar, recentemente, o decreto de emergência económica, ratificando com essa atitude «uma agenda de guerra».

«Eles (oposição) subverteram o sistema de distribuição (de produtos) do país, a comercialização e o estabelecimento de preços dos produtos (...) instalaram um sistema de pressão contra o povo e agora a Venezuela tem um bloqueio financeiro internacional».

Maduro culpou o «imperialismo» pela queda das receitas petrolíferas do país.

«Impôs-se a estratégia imperial da guerra ao petróleo (...) Uma guerra mundial que tem procurado destruir a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), tirar-lhe a autoridade de regular o mercado», disse.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.