sicnot

Perfil

Mundo

Maduro diz que Venezuela está a ser bloqueada financeiramente a partir do estrangeiro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, considerou hoje que a Venezuela está a ser bloqueada financeiramente a partir do estrangeiro e acusou a oposição de ter instalado «um sistema de pressão contra o povo».

Fernando Llano

«A Venezuela tem um bloqueio financeiro internacional. Nem refinanciam um processo de melhoria das condições da dívida e procuram condições leoninas para emprestar-nos uma divisa, um dólar», disse.

Nicolás Maduro falava em Caracas, no palácio presidencial de Miraflores, durante uma reunião de ministros, transmitida pelas rádios e televisões do país, em que fez um balanço da Agenda Económica Bolivariana para enfrentar a crise venezuelana.

«Há um só poder neste mundo que pode dirigir as peças de uma guerra financeira contra a República (...) não digo mais, que cada um tire as suas conclusões», disse.

Nicolás Maduro referiu que se trata de «um sistema de boicote nacional e internacional, de guerra económica, que tem o propósito de derrotar, fazer ajoelhar a Venezuela, apoderar-se das riquezas e voltar a controlar o país».

Nicolás Maduro vincou que a emergência económica venezuelana «é verdadeira» e «penetrou profundamente» na Venezuela, lamentando que a aposição «tenha voltado as costas ao país» ao chumbar, recentemente, o decreto de emergência económica, ratificando com essa atitude «uma agenda de guerra».

«Eles (oposição) subverteram o sistema de distribuição (de produtos) do país, a comercialização e o estabelecimento de preços dos produtos (...) instalaram um sistema de pressão contra o povo e agora a Venezuela tem um bloqueio financeiro internacional».

Maduro culpou o «imperialismo» pela queda das receitas petrolíferas do país.

«Impôs-se a estratégia imperial da guerra ao petróleo (...) Uma guerra mundial que tem procurado destruir a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), tirar-lhe a autoridade de regular o mercado», disse.

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.