sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades iraquianas procuram material radioativo desaparecido no sul do país

As autoridades iraquianas procuram uma substância radioativa desaparecida no sul do país há mais de três meses, anunciaram hoje responsáveis.

© Thaier Al-Sudani / Reuters

A empresa norte-americana de petróleo e gás Weatherford informou a 15 de novembro a comissão ambiental da província de Baçorá do desaparecimento de material radioativo, disse o diretor do departamento de radiação da comissão, Khajak Ferwir.

As buscas pelo material prosseguem, acrescentou.

A exposição ao material em causa, que no máximo serão várias gramas de irídio 192, pode provocar queimaduras a curto prazo e cancro a longo prazo.

O irídio 192 não pode ser usado para produzir uma bomba de fissão nuclear, mas pode ser disseminado através de explosivos convencionais numa chamada "bomba suja", embora a quantidade em falta seja provavelmente insuficiente para esse fim.

O material desaparecido pertence à empresa turca SGS e é usado para detetar fugas ou outras falhas em tubos soldados, segundo um responsável da segurança de Baçorá.

Apesar de pertencer à empresa turca, que tem um contrato com a Weatherford, o material desapareceu de um armazém da companhia norte-americana, acrescentou.

O material é considerado como desaparecido, e não roubado, precisou por seu lado um membro da comissão de segurança da província, Jabbar al-Saadi.

O sul do Iraque concentra a maior parte da indústria petrolífera do país e a maioria do petróleo bruto iraquiano é exportada via Baçorá.

Lusa

  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.