sicnot

Perfil

Mundo

EUA recusam-se a nomear responsáveis pelo ataque em Ancara

Os Estados Unidos recusaram-se hoje a nomear um responsável do ataque de quarta-feira no centro de Ancara, que provocou pelo menos 28 mortos, pedindo contenção tanto à Turquia como aos combatentes curdos.

A Turquia acusou o ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e as milícias curdas da Síria de terem perpetrado o ataque, garantindo que teve "uma ligação direta" com os combatentes das Unidades de Proteção do Povo (YPG) curdas.

"Não somos capazes de confirmar ou desmentir as afirmações do Governo turco no que diz respeito à responsabilidade" do ataque, afirmou hoje o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, John Kirby. "Para nós, a questão mantém-se em aberto e sabemos que há uma investigação em curso", acrescentou.

A Turquia "tem o direito de se proteger dos ataques terroristas no seu território", sublinhou John Kirby, numa conferência de imprensa em Washington, antes de lembrar que os Estados Unidos "já pediram à Turquia que pare de bombardear o outro lado da fronteira", na Síria, tal como eles "pediram às YPG que ajam com moderação".

Na quarta-feira, pelo menos 28 pessoas morreram e 61 ficaram feridas no centro da capital turca na sequência de um atentado com um carro armadilhado contra uma coluna militar.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.