sicnot

Perfil

Mundo

Seul garante que Coreia do Norte prepara atos terroristas

O Serviço Nacional de Inteligência (NIS) da Coreia do Sul garantiu hoje que a Coreia do Norte prepara atos terroristas, numa altura de tensão entre ambos os países devido aos ensaios nuclear e de mísseis por Pyongyang.

© Kim Hong-Ji / Reuters

O NIS sustenta que o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, ordenou às instituições militares e serviços de informação que organizem qualquer tipo de ataque -- convencional ou informático --, segundo revelou hoje, no parlamento, o deputado do partido no poder Saenuri Lee Chul-woo após reunir-se com representantes do Governo.

Os preparativos estariam a cargo da Direção-Geral de Reconhecimento da Coreia do Norte, o organismo do Estado responsável pelas operações de inteligência no estrangeiro e de guerra cibernética, segundo a versão transmitida no parlamento e citada pela agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Os serviços secretos sul-coreanos consideram que os supostos ataques da Coreia do Norte poderiam consistir no envenenamento ou sequestro de sul-coreanos, ou em ataques informáticos visando empresas públicas e privadas.

O NIS não esclareceu a origem da informação e não é habitual a Coreia do Norte realizar atos terroristas convencionais contra o Sul, apesar de existirem precedentes que remontam à década de 1980.

Em 1983, terroristas norte-coreanos levaram a cabo um ataque bombista em Rangum (Birmânia), em que morreram 21 elementos de uma comitiva governamental sul-coreana e, em 1987, agentes de Pyongyang colocaram explosivos num avião que explodiu em pleno voo matando 115 passageiros e tripulantes.

Já a nível do ciberterrorismo, instituições públicas e privadas da Coreia do Sul têm sido alvo de vários ataques aos seus sistemas informáticos nos últimos anos e Seul tem quase sempre apontado a Coreia do Norte como culpada.

A acusação por parte dos serviços de informação da Coreia do Sul chega numa altura em que Seul lançou uma intensa ofensiva política contra a Coreia do Norte como represália pelos ensaios nuclear e de mísseis realizados em janeiro e fevereiro.

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.