sicnot

Perfil

Mundo

Seul garante que Coreia do Norte prepara atos terroristas

O Serviço Nacional de Inteligência (NIS) da Coreia do Sul garantiu hoje que a Coreia do Norte prepara atos terroristas, numa altura de tensão entre ambos os países devido aos ensaios nuclear e de mísseis por Pyongyang.

© Kim Hong-Ji / Reuters

O NIS sustenta que o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, ordenou às instituições militares e serviços de informação que organizem qualquer tipo de ataque -- convencional ou informático --, segundo revelou hoje, no parlamento, o deputado do partido no poder Saenuri Lee Chul-woo após reunir-se com representantes do Governo.

Os preparativos estariam a cargo da Direção-Geral de Reconhecimento da Coreia do Norte, o organismo do Estado responsável pelas operações de inteligência no estrangeiro e de guerra cibernética, segundo a versão transmitida no parlamento e citada pela agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Os serviços secretos sul-coreanos consideram que os supostos ataques da Coreia do Norte poderiam consistir no envenenamento ou sequestro de sul-coreanos, ou em ataques informáticos visando empresas públicas e privadas.

O NIS não esclareceu a origem da informação e não é habitual a Coreia do Norte realizar atos terroristas convencionais contra o Sul, apesar de existirem precedentes que remontam à década de 1980.

Em 1983, terroristas norte-coreanos levaram a cabo um ataque bombista em Rangum (Birmânia), em que morreram 21 elementos de uma comitiva governamental sul-coreana e, em 1987, agentes de Pyongyang colocaram explosivos num avião que explodiu em pleno voo matando 115 passageiros e tripulantes.

Já a nível do ciberterrorismo, instituições públicas e privadas da Coreia do Sul têm sido alvo de vários ataques aos seus sistemas informáticos nos últimos anos e Seul tem quase sempre apontado a Coreia do Norte como culpada.

A acusação por parte dos serviços de informação da Coreia do Sul chega numa altura em que Seul lançou uma intensa ofensiva política contra a Coreia do Norte como represália pelos ensaios nuclear e de mísseis realizados em janeiro e fevereiro.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.