sicnot

Perfil

Mundo

Grupo dissidente curdo reivindica ataque diz pretender "destruir" turismo na Turquia

O grupo guerrilheiro curdo Falcões da Liberdade do Curdistão (TAK) reivindicou esta sexta-feira a autoria do atentado contra uma coluna de autocarros militares em Ancara que provocou 28 mortos na quarta-feira e ameaçou com novos ataques contra o setor turístico.

© Umit Bektas / Reuters

"Em 17 de fevereiro foi efetuado por um guerreiro 'kamikaze' um ataque suicida às 18:30 nas ruas de Ancara contra um 'comboio' de soldados da república fascista turca... O ataque foi realizado pelo Batalhão Imortal dos TAK ", afirma o grupo numa declaração publicada na sua página da internet.

"Esta ação foi conduzida para vingar as pessoas vulneráveis mortas nos subterrâneos de Cizre e os nossos civis feridos", acrescenta a declaração, numa referência à cidade do sudeste de maioria curda onde o exército e a polícia turcas conduziram durante dois meses uma mortífera operação contra os rebeldes e apoiantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a principal formação armada curda da Turquia que luta pela autonomia.

Um comunicado adicional escrito em inglês também avisa os estrangeiros para não visitarem a Turquia, por pretender "destruir" o turismo no país.

"Avisamos os turistas nacionais e estrangeiros para não frequentarem as áreas turísticas na Turquia. Não nos responsabilizamos por quem for morto nos ataques dirigidos contra essas áreas", indica o texto.

Os TAK, surgidos em 2004, são considerados a cisão mais radical do PKK, que garante não ter qualquer controlo sobre esta formação.

Pelo contrário, as autoridades turcas e diversos analistas consideram esta formação como uma "emanação" do PKK, utilizada parra reivindicar atentados que poderiam prejudicar a imagem da guerrilha, em particular se provocarem a morte de civis.

No comunicado os TAK difundiram a foto de Zinar Raperin, um homem nascido em 1989 em Van (leste) e apresentado como o autor do atentado.

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan e o seu primeiro-ministro Ahmet Davutoglu têm referido que o atentado foi perpetrado pelos combatentes curdos sírios das Unidades de proteção do povo (YPG), com o apoio do PKK.

Davutoglu também indicou que o 'kamikaze' era um sírio de 23 anos, Salih Necar, considerado próximo das YPG. Diversos 'media' turcos referiram ter sido identificado através das impressões digitais, registadas logo após a sua chegada à Turquia na qualidade de refugiado.

Saleh Muslim, líder do Partido da união democrática (PYD), o ramo político das YPG, e um dos responsáveis do PKK, Cemil Bayik, tinham negado estas acusações.

Os TAK já tinham reivindicado um ataque com morteiro em 23 de dezembro contra o aeroporto Sabiha Gokçen de Istambul, que provou a morte de uma funcionária e danos em cinco aviões.

Lusa

  • Explosão em Ancara faz 28 mortos
    2:25

    Mundo

    Uma explosão em Ancara, na Turquia, que fez 28 mortos e mais de 60 feridos. O ataque com um carro armadilhado ocorreu numa zona com forte presença militar que fica a 300 metros do Parlamento turco.

  • Turquia atribui atentado de Ancara ao PKK e às milícias curdas
    1:21

    Mundo

    A Turquia acusa o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e as milícias curdas da Síria de responsabilidade pelo atentado de ontem em Ancara que matou 28 pessoas e feriu 65. Já esta manhã, num novo atentado, seis soldados turcos foram mortos no sudeste do país , numa provincia de maioria curda.

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália. As equipas de socorro conseguiram resgatar duas pessoas, mas admitem ainda a existência de quase 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Temperaturas negativas congelam rio em Bragança
    1:26

    País

    As baixas temperaturas os últimos dois dias, com as mínimas a descer até aos 10 graus negativos durante a noite e madrugada, congelaram o rio que atravessa a aldeia de Gimonde, no concelho de Bragança. O repórter da SIC João Faiões esteve esta manhã no local.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.

  • Feriado no Carnaval e fim das pontes chumbados
    2:15

    País

    Nem o Carnaval vai passar a ser feriado, nem as pontes vão acabar. O PS rejeitou esta quarta-feira no Parlamento uma proposta do PSD para que os feriados a meio da semana sejam gozados na segunda-feira seguinte. Ao mesmo tempo, os socialistas recusaram duas propostas apoiadas pelos partidos de esquerda, para que o Carnaval passasse a ser sempre feriado.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16