sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte realiza disparos de artilharia no mar perto da fronteira

A Coreia do Norte realizou hoje disparos de artilharia no mar, na costa oeste, perto da fronteira marítima com a Coreia do Sul, informou o exército de Seul.

© KCNA KCNA / Reuters

Os militares sul-coreanos disseram que a Coreia do Norte realizou disparos de artilharia "várias vezes" a partir da costa oeste do Mar Amarelo, durante a manhã.

Os disparos no mar, que não atravessaram a disputada fronteira, foram ouvidos na ilha sul-coreana de Baengnyeong e provavelmente realizados no âmbito de um exercício militar, escreve a agência espanhola Efe.

As duas Coreias vivem uma época marcada pela tensão depois de o regime norte-coreano de Kim Jong-un ter levado a cabo o seu quarto teste nuclear a 06 de janeiro e de a 07 de fevereiro ter lançado o seu segundo satélite para o espaço a bordo de um foguete espacial, uma operação condenada pela comunidade internacional que o considerou um ensaio encoberto de mísseis que viola resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Os exércitos da Coreia do Sul e Estados Unidos terminaram esta segunda-feira as manobras navais contra ataques submarinos como resposta ao recente lançamento espacial da Coreia do Norte, considerado um ensaio de mísseis.

Os Estados Unidos mantêm 28.500 militares na Coreia do Sul e comprometem-se a defender o seu aliado de um eventual ataque por parte do Norte como legado da Guerra da Coreia (1950-53).

Lusa

  • Obama acredita que Guterres será um bom líder da ONU
    0:53

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar de perto com os Estados Unidos na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido esta sexta-feira por Barack Obama, na Casa Branca, onde foi elogiado pelo ainda Presidente.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.